Grama Verde de Trigo (Wheat Grass)

2219  2229  wheatgrass   

ingredientes: trigo em grão, água, terra da melhor qualidade, recipientes, um pedaço de filó ou tule.

germinar: coloque uma xícara de trigo em grão num recipiente de vidro ou louça branca e complete com bastante água, cubra a boca com um pedaço de tecido de tule ou filó e prenda com um elástico; deixe de molho preferencialmente durante a noite, pelo menos por 08 horas para as sementes acordarem; no outro dia de manhã lave as sementes, jogue fora a água e coloque o recipiente inclinado e de boca pra baixo com o filó bem preso pelo elástico permitindo a entrada de ar fresco e o escoamento da água para as sementes não apodrecerem; coloque em um lugar fresco e seco; 2 vezes por dia coloque água e lave as sementes deixando novamente a água escorrendo para manter limpo e úmido na medida certa; mantenha este processo por 24 a 36 horas até as sementes brotarem como mostra a primeira foto acima. Aqui temos o GERMINADO de trigo que pode ser usado em várias receitas, para fazer pães, pizza, comer com saladas, etc.

brotar: depois da germinação os grãos podem ser colocados na terra para virar BROTOS: escolha recipientes pequenos; coloque um pouco de terra de boa qualidade e os grãos germinados por cima, não precisa cobrir com terra; molhe sem encharcar, de preferencia esborrifando a água como uma chuva;  coloque no escuro por algumas horas para a raiz poder aprofundar melhor na terra (pode ser no forno desligado); mantenha depois os recipientes em um lugar fresco e muito iluminado para favorecer a produção da clorofila nas folhas; regue cuidadosamente ou esborrife água várias vezes por dia; quando a grama tiver atingido 15 cm corte as folhas rentes a terra, lave  e use em receitas, como ingrediente de sucos ou em saladas.

dica: é interessante fazer 04 recipientes ao mesmo tempo, assim ao cortar o primeiro ainda haverá mais 03 para ir usando nos próximo s 03 dias e no quinto dia o primeiro recipiente já terá brotado novamente podendo se repetir este ciclo umas 3 vezes.

observação:  as sementes de trigo germinadas ainda contêm glúten, ainda que em concentrações bem menores, (não devem ser usadas por celíacos ou pessoas sensíveis ao glúten); já as folhas do trigo ou grama de trigo não contêm glúten, que é uma proteína do grão e não da folha, porém deve se evitar consumir grama de trigo após 10-14 dias de plantado pois começa a haver uma certa “junction” quando o grão vai começar a ser produzido.

classificação da receita:  VEGETARIANA  –  CRUDÍVORA  –  VIVA  –  SEM GLUTEN –  SEM LACTOSE  –  SEM AÇÚCAR   –  RECEITA MÉDICA

Anúncios

Arroz Preto

História – O Arroz Preto era conhecido como  “Arroz Proibido”  na China antiga e é cultivado há mais de 4.000 anos. Por ser um arroz muito especial, na antiguidade a única pessoa que podia consumi-lo era o Imperador. Acreditava-se que possuía propriedades afrodisíacas.

Botânica – O arroz é um cereal, um tipo de gramínea, família de plantas que reúne mais de 6 mil espécies em todo o planeta, entre elas aveia, cevada, centeio, trigo e milho. O cereal é a planta toda e especificamente a semente dos cereais se chama de grão. Por tanto o arroz que comemos é um grão.  (Há sempre uma certa confusão entre grão e semente).

Nutrição – Comparado ao arroz integral, seu parente mais próximo, tem 20% a mais de proteína, 30% a mais de fibra, elevado teor de ferro, menos gordura e menor valor calórico, segundo pesquisa do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), órgão da Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo.

Em cada xícara de arroz preto cru encontram-se 28 g de fibras, que auxiliam o trânsito intestinal e promovem a saciedade.

Apresenta também um grande conteúdo de compostos fenólicos, dez vezes superior do que o arroz branco. Os polifenóis são conhecidas substâncias com alto poder antioxidante, que combatem os radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce.

Dentre as variações de arroz é o que apresenta maior conteúdo de proteínas, importante para quem adota uma dieta vegetariana.

Pode ser uma boa fonte de aporte de  vitamina B1, de  magnésio e de ferro.

Valor energético – Considera-se o arroz um alimento completo do ponto de vista energético, pois contêm os  5 sabores e assim harmoniza a energia de forma geral. Assim, o arroz é a base da alimentação oriental há milenios.

Junto com todos os grãos e sementes, têm a propriedade de fortalecer o Shen, um dos Zang-Fu mais importantes, por ser a base da nossa energia. A cor do Shen é preta, seu elemento é a água.

Fica então evidente que o Arroz Preto é um excelente alimento para tonificar o Shen, ação frequentemente necessaria em épocas de tanto desgaste, que acaba quase sempre consumindo o Shen de todo mundo!!

É a energia do Shen que se manifesta no cabelo, nos dentes, nos ossos, na medula óssea e espinhal, no encéfalo, na coluna vertebral, nas orelhas, no aparelho reprodutor masculino, nos orifícios inferiores (ânus e uretra). Na  esfera psíquica, o Shen cuida da vontade, da capacidade de execução, do fazer acontecer.

Sintomas comuns de deficiência do Shen são: alguns tipos de lombalgias, queda de cabelo, medo, desmotivação, cansaço físico com pequenos esforços, alguns tipos de zumbidos ou vertigens, pés frios, impotência, infertilidade masculina.

Então, fica a dica:

Vamos introduzir o Arroz Preto na nossa alimentação???