Abóbora Assada

B3990ingredientes: abóbora cabotia, azeite, sal.

preparo:

  • lavar bem a abóbora com casca
  • retirar as sementes
  • cortar em fatias de acordo com o gosto pessoal (mais finas ficam crocantes, mais grossas ficam macias dentro)
  • colocar numa forma antiaderente, de preferencia uma Kimpira Nabe cujo segredo está numa liga que mescla metal e cerâmica e a torna uma panela resistente e 100% antiaderente.
  • levar ao forno e cozinhar por aproximadamente 15 minutos dependendo da potência do forno; quando estiver dourado virar e cozinhar mais 10 minutos.
  • retirar do forno e colocar um pouco de azeite e sal a gosto.
  • pode ser servido frio como snack ou quente.
  • comer a casca que contêm grande quantidade de minerais, porém de preferencia de abóbora orgânica pois é na casca onde se depositam a maior parte dos agrotóxicos.

observação: quando seguindo o Programa Alimentar de 5 fases, pode ser incluído já desde a 1a fase.

beneficios da abóbora:

  • rica em betacaroteno (precursor da vitamina A) que desempenha importante papel na elasticidade da pele, no brilho do cabelo, no fortalecimento das unhas e na acuidade visual, principalmente a noturna. É um importante antioxidante, tem papel importante na redução do risco de câncer e melhora a imunidade. Auxilia na formação de melanina e ajuda no bronzeamento da pele.
  • rica em vitamina C, auxilia o sistema imune. Uma xícara de abóbora cozida contém mais do que 11 miligramas de vitamina C.
  • rica em minerais, principalmente potássio o que a faz um ótimo alimento pós-treino. Uma xícara de abóbora cozida tem mais potássio (564 mg) do que uma banana (422 mg).
  • rica em fibras, auxilia o transito intestinal
  • baixas calorias, sensação de saciedade, ajuda no emagrecimento.

classificação da receita:   VEGETARIANA – SEM GLUTEN – SEM AÇÚCAR – SEM LACTOSE  – RECEITA MÉDICA 

Anúncios

Abóbora Indiana

1856ingredientes: abóbora kabutiá, papa de arroz, tempero indiano Nomu do Pão de Açúcar (curry, canela, cravo da india, cominho, coentro, feno grego, cúrcuma, gengibre, pimenta, mostarda,alcarávia), sal.

preparo: 

  • descascar e cortar 1/2 abóbora pequena em pedaços (aproximadamente 2 xícaras).
  • colocar numa panela com 1 xícara de água; deixar ferver a fogo baixo até a abóbora estar cozida e ainda bem firme.
  • temperar com uma colher chá de mix de especiarias indiano e sal.
  • acrescentar 1 xícara de papa de arroz já pronta (vide receita aqui) na água de cozimento; misturar bem e deixar cozinhar por mais 10 minutos.

observação: quando seguindo o Programa Alimentar de 5 fases, pode ser incluído já desde a 1a fase.

classificação da receita:   VEGETARIANA – SEM GLUTEN – SEM AÇÚCAR – SEM LACTOSE  – RECEITA MÉDICA 

Papa de Arroz com Abóbora e Couve

0923

ingredientes: abóbora cabotiá, couve, alho poró, hortelã, alho, papa de arroz, azeite, sal.

preparo: lavar bem 1/2 abóbora cabotiá com casca, cortar em pedaços pequenos, colocar numa panela funda com água e 1 colher chá de sal; cozinhar durante 20 minutos com fogo médio ou até a abóbora ficar bem mole (inclusive a casca); desprezar a água; acrescentar 2 xícaras de couve picada, 1 alho poró picado bem fininho, 2 colheres sopa de cebola desidratada, 2 dentes de alho picado pequeno, 1 colher sopa de hortelã picada; refogar com um pouco de azeite durante mais 5 minutos até a couve amolecer; acertar o sal; colocar no liquidificador e acrescentar 1 xícara de papa de arroz (veja receita aqui); bater até homogeneizar o creme.

observação: quando seguindo o  Programa Alimentar de 5 fases, este creme pode ser incluído já desde a 1a fase.

classificação da receita: VEGETARIANA – SEM GLUTEN – SEM AÇÚCAR – SEM LACTOSE  – RECEITA MÉDICA 

 

Creme de Abóbora e Papa de Arroz com Funghi Secchi

0673

ingredientes: abóbora cabotiá, papa de arroz, noz moscada, funghi secchi, sal.

para o complemento: funghi secchi, nirá, acelga chinesa, alho poró, tomilho fresco, azeite, sal.

preparo: 

  • lavar bem 1/2 abóbora cabotiá com casca, cortar em 4.
  • colocar numa panela funda com água e 1 colher chá de sal.
  • cozinhar durante 20 minutos com fogo médio ou até a abóbora ficar mole (não deixar desmanchar na água).
  • retirar (pode guardar a água para fazer uma sopa depois); retirar a casca com uma colher e amassar a abóbora num recipiente fazendo um purê; temperar com sal e noz moscada a gosto.
  • hidratar 1/4 xícara de funghi secchi com 1 xícara de água fervendo durante 15-20 minutos; reservar a água da fervura dos funghi.
  • colocar no liquidificador 2 xícaras do purê de abóbora e 1 xícara de papa de arroz (veja receita aqui) e um pouco da água de hidratação dos funghi (o tanto necessário para permitir bater no liquidificador até obter um creme)

preparo do complemento: numa panela refogar um pouco de nirá, acelga chinesa e alho poró picados, com um fio de azeite e um pouco de sal a gosto, acrescentar os funghi já hidratados e picados bem pequenos.

servir o creme de abóbora quente com os legumes refogados e os funghi secchi, decorar com tomilho fresco picado.

observação: quando seguindo o  Programa Alimentar de 5 fases, este creme pode ser incluído já desde a 1a fase porém sem o uso dos cogumelos, que só entram na 3a fase.

classificação da receita: VEGETARIANA – SEM GLUTEN – SEM AÇÚCAR – SEM LACTOSE  – RECEITA MÉDICA 

 

Batata no forno com Creme de Abóbora e Queijos

ingredientes: batata, abóbora, cebola, salsinha, alho poró, leite, mussarela, parmesão ralado, requeijão, creme de leite, noz moscada, sal, azeite de oliva extra-virgem

preparo: descascar as batatas, cortar em rodelas grossas, e colocar numa panela com um pouco de sal e água para ferver; cortar a abóbora em pedaços com casca e colocar numa outra panela com água e sal para ferver; cozinhar até um ponto em que as batatas e a abóbora fiquem firmes, sem deixar desmanchar; retirar do fogo, desprezar a água, reservar as batatas; refogar a cebola picada com a salsinha em azeite extra-virgem, acrescentar o alho poró picadinho e sal, até dourar; retirar a casca da abóbora já cozida com uma colher e refogar junto até desmanchar e ficar numa consistência de creme, acrescentando leite aos poucos e requeijão, temperar com noz moscada e queijo parmesão ralado; depois de pronto desligar o fogo e acrescentar um pouco de creme de leite; colocar numa travessa de vidro uma camada do molho de abóbora e uma camada das rodelas de batata cozidas cobrindo-as por cima com uma camada de mussarela, colocar mais uma camada de molho de abóbora e finalizar com parmesão, levar ao forno para gratinar e derreter a mussarela.

acompanhamentos: rodelinhas de cenoura e aspargos grelhados no azeite de oliva + quinoa com uva-passa

classificação da receita:   OVO-LACTO-VEGETARIANA  –  SEM GLÚTEN  –  SEM AÇÚCAR 

Quinoa com Maçã Verde, Uva-Passa e Canela

ingredientes: quinoa branca, cebola, maçã verde, uva-passa, canela, azeite extra virgem orgânico, sal.

preparo: colocar 1 xícara de quinoa branca de molho em água morna pelo menos durante 2 horas; cortar a cebola e refogar  numa panela com um pouco de azeite e sal; acrescentar a quinoa lavada e coada, misturar; colocar 1 xícara de  água, esperar ferver, tampar e abaixar o fogo, deixar cozinhar até a quinoa começar a se abrir; juntar a maçã verde cortada em cubos, um punhado de uva-passa e um pouco de canela, cozinhar mais uns 10 minutos.

acompanhamentos: abóbora com cebolinha, lentilhas vermelhas.

classificação da receita:   VEGETARIANA  –  SEM LACTOSE  –  SEM GLÚTEN  – RECEITA MÉDICA

Abóbora com Grão-de-Bico em conserva

ingredientes: abóbora, grão de bico em conserva Bonduelle, manjericão fresco, azeite extra virgem orgânico, sal.

preparo: colocar a abóbora com casca cortada em pedaços grandes numa panela com água, com um fio de óleo e sal e  deixar fervendo até amolecer; quando estiver cozida mas ainda firme retirar do fogo; com um colher grande separar a abóbora da casca, colocar numa panela e acrescentar uma lata de grão de bico Bonduelle e mexer delicadamente até esquentar bem; servir com folhas de manjericão fresco.

acompanhamento: batata doce assada + legumes ( cenoura e brócolis) refogados e temperados com gengibre e açúcar demerara.

observação: o grão de bico fica bem mais gostoso, nutritivo, saudável, politicamente correto, etc, se feito em casa deixando de molho da noite anterior e cozinhando por pelo menos 2 horas com vários temperos na água: delícia!! porém a proposta do blog é reproduzir as comidas que eu faço rapidinho, geralmente no jantar, depois de um dia cansativo de trabalho a full, então eu usei esta latinha da Bonduelle que eu amo e resolve um jantar de última hora  =]

classificação da receita:   VEGETARIANA  –  SEM LACTOSE  –   SEM GLÚTEN  –  RÁPIDA