“Toddynho” de “Nutella” vegetariano

B4282

ingredientes: uma xícara de avelãs cruas com pele, água, chocolate alcalino premium

preparo:

  • deixar as avelãs de molho em água fresca de um dia para ou outro (ou por pelo menos 6 horas) até ficarem bem inchadas e quase brotando
  • colocar as avelãs “acordadas” no liqüidificador e acrescentar um pouco de água fria
  • bater bastante
  • coar usando um coador de voile
  • colocar novamente no liquidificador e acrescentar 3 colheres sopa de chocolate alcalino premium sem açúcar
  • adoçar com tâmaras

classificação da receita:   VEGETARIANA  – CRUDÍVORA SEM GLÚTEN  –  SEM LACTOSE  –  SEM AÇÚCAR  –  RECEITA MÉDICA

Anúncios

Pasta de grão-de-bico crua (Hommus)

2262

ingredientes: grão-de-bico germinado, tahine (pasta de gergelim), alho descascado, sal, pimenta do reino, salsinha, azeite, limão, pimenta rosa em grão.

preparo: colocar 1 xícara de grão-de-bico de molho em água durante pelo menos 8 horas; lavar; deixar num coador durante 24 a 48 horas; lavar com água corrente 2 vezes por dia; aguardar até que os brotos tenham aproximadamente 1 cm; lavar abundantemente; retirar a casca dos brotos um por um; colocar no processador; bater até desmanchar; acrescentar 2 colheres sopa de tahine (pasta de gergelim), 1 dente de alho descascado e 4 colheres de azeite; temperar com sal a gosto e pimenta; acrescentar no processador 1/2 maço de salsinha (folhas e talos); espremer 1/2 limão e bater pelo menos por 5 minutos no processador em velocidade máxima e dando intervalos para não queimar o aparelho; acertar a consistência colocando mais aazeite ou suco de limão; colocar  num recipiente de vidro ou louça e decorar com pimenta rosa em grão. Coma com pão, com bastonetes de pepino e cenoura ou faça barquinhos em folhas de acelga.

dicas: 1) retirar a pele do grão-de-bico dá bastante trabalho, mas deixa a preparação mais leve e digerível; 2) o tahine pode ser comprado já pronto, prestando atenção ao rótulo para ver que seja feito só com gergelim, sem qualquer outro ingrediente ou pode ser feita em casa uma pasta com gergelim acordado; 3) pode se usar hortelã no lugar da salsinha ou não usar nenhuma folha; 4) o alho e a pimenta podem ser excluídas da receita caso não sejam do seu agrado.

classificação da receita: VEGETARIANA – CRUDÍVORA – VIVA – SEM LACTOSE – SEM AÇÚCAR  –  SEM GLÚTEN

Risoto cru de trigo com rúcula e tomate seco

2255

ingredientes: trigo hidratado (acordado), tomate seco, inhame, rúcula, sal, orégano, azeite, limão.

preparo: colocar 1 xícara de trigo de molho durante pelo menos 8 horas; lavar abundantemente; colocar numa panela; temperar com sal a gosto, orégano e 1/2 limão espremido; acrescentar 1 inhame grande ralado no ralo grosso sem a casca; ligar o fogo baixo e ir amassando com as mãos tocando o fundo da panela até esquentar sem queimar as mãos, desligar o fogo e continuar apertando e mexendo para os temperos penetrarem bem e para o inhame ir soltando sua  gosma característica dando uma consistência parecida com o risoto cremoso; acrescentar azeite, tomate seco picado e rúcula picada; ligar novamente o fogo baixo e repetir o processo de esquentar até onde a temperatura é suportável pelas mãos; desligar; servir morno.

dicas: pode ser feito com aveia germinada.

observação: o trigo hidratado assim como o germinado contém muito menos glúten do que o trigo seco ou do que as farinhas de trigo e sua digestibilidade é bem melhor

classificação da receita: VEGETARIANA – CRUDÍVORA – VIVA – SEM LACTOSE – SEM AÇÚCAR

( variação a partir de receita de Kamalanath Das Gilberto (Gilberto Bassetto Jr.)  no Curso de Culinária Viva)

Share this:

 

Shimenji marinado com limão e shoyu

2249

ingredientes: shimenji branco, limão, sal, shoyu, gergelim preto, folhas de acelga.

preparo: lavar abundantemente  1 bandeijinha de shimenji branco; cortar em pedaços pequenos; colocar num recipiente de vidro ou louça; acrescentar um pouco de sal, o suco de 1 limão pequeno e 3 colheres de shoyu; misturar com a mão apertando levemente todos os cogumelos e deixando penetrar bem os sabores; reservar; servir num ninho de acelga crua e decorar com gergelim preto cru.

dica: o marinado fica melhor quando deixado por algumas horas para “curtir”; podem ser usados outros cogumelos comestíveis crus. O calor da mão ajuda a “cruzinhar” os alimentos.

classificação da receita: VEGETARIANA – CRUDÍVORA – SEM GLÚTEN – SEM LACTOSE – SEM AÇÚCAR  – FERMENTADO  –  RECEITA MÉDICA 

( variação a partir de receita de Conceição Trucom  no Curso de Alimentação Crua e Viva)

.

.

Queijo de amêndoas com salsinha e páprica

2243

ingredientes: endivias, amêndoas cruas sem casca, alho poró, sal, salsinha, páprica.

preparo: colocar 1 xícara de amêndoas cruas sem casca ( não pode ser amêndoas torradas) de molho com 2 xícaras de água filtrada durante 8 horas; lavar abundantemente; colocar no processador; acrescentar 1/2 xícara de água; bater até formar uma massa homogênea; colocar sal a gosto, alho poró cortado fininho, salsinha e páprica; bater mais um pouco; servir sobre folhas de endivias.

dicas: dependendo da quantidade de água fica mais firme ou mais mole com consistência de patê; pode ser servido com pães, torrradinhas, ou folhas verdes.

classificação da receita: VEGETARIANA – CRUDÍVORA – VIVA  – SEM GLÚTEN – SEM LACTOSE – SEM AÇÚCAR  –   RECEITA MÉDICA

( variação a partir de receita de Kamalanath Das Gilberto (Gilberto Bassetto Jr.) no Curso de Culinária Viva)

Docinho crudívoro sem açúcar (coco, tâmaras, cacau)

Docinho crudívoro

ingredientes: coco seco em pedaços, tâmaras sem caroço, óleo de coco, suco de limão, sal, cacau em pó.

preparo: colocara 400 gr de coco seco em pedaços no processador de alimentos; bater na velocidade máxima por aproximadamente 10 minutos, dando intervalos para não super-aquecer o aparelho; acrescentar 1 1/2 xícaras de tâmaras sem caroço, 1 xícara de água, 1 colher sopa de suco de limão e 1/2 colher café de sal; bater novamente; adicionar 2 colheres de óleo de coco; bater até formar uma massa homogênea; levar ao freezer por 15 miutos; moldar com as mãos em pequenas bolinhas; passar no cacau em pó; servir

classificação da receita: VEGETARIANA – CRUDÍVORA – SEM GLÚTEN – SEM LACTOSE – SEM AÇÚCAR

( variação a partir de receita de Kamalanath Das Gilberto (Gilberto Bassetto Jr.) no Curso de Culinária Viva)

Grama Verde de Trigo (Wheat Grass)

2219  2229  wheatgrass   

ingredientes: trigo em grão, água, terra da melhor qualidade, recipientes, um pedaço de filó ou tule.

germinar: coloque uma xícara de trigo em grão num recipiente de vidro ou louça branca e complete com bastante água, cubra a boca com um pedaço de tecido de tule ou filó e prenda com um elástico; deixe de molho preferencialmente durante a noite, pelo menos por 08 horas para as sementes acordarem; no outro dia de manhã lave as sementes, jogue fora a água e coloque o recipiente inclinado e de boca pra baixo com o filó bem preso pelo elástico permitindo a entrada de ar fresco e o escoamento da água para as sementes não apodrecerem; coloque em um lugar fresco e seco; 2 vezes por dia coloque água e lave as sementes deixando novamente a água escorrendo para manter limpo e úmido na medida certa; mantenha este processo por 24 a 36 horas até as sementes brotarem como mostra a primeira foto acima. Aqui temos o GERMINADO de trigo que pode ser usado em várias receitas, para fazer pães, pizza, comer com saladas, etc.

brotar: depois da germinação os grãos podem ser colocados na terra para virar BROTOS: escolha recipientes pequenos; coloque um pouco de terra de boa qualidade e os grãos germinados por cima, não precisa cobrir com terra; molhe sem encharcar, de preferencia esborrifando a água como uma chuva;  coloque no escuro por algumas horas para a raiz poder aprofundar melhor na terra (pode ser no forno desligado); mantenha depois os recipientes em um lugar fresco e muito iluminado para favorecer a produção da clorofila nas folhas; regue cuidadosamente ou esborrife água várias vezes por dia; quando a grama tiver atingido 15 cm corte as folhas rentes a terra, lave  e use em receitas, como ingrediente de sucos ou em saladas.

dica: é interessante fazer 04 recipientes ao mesmo tempo, assim ao cortar o primeiro ainda haverá mais 03 para ir usando nos próximo s 03 dias e no quinto dia o primeiro recipiente já terá brotado novamente podendo se repetir este ciclo umas 3 vezes.

observação:  as sementes de trigo germinadas ainda contêm glúten, ainda que em concentrações bem menores, (não devem ser usadas por celíacos ou pessoas sensíveis ao glúten); já as folhas do trigo ou grama de trigo não contêm glúten, que é uma proteína do grão e não da folha, porém deve se evitar consumir grama de trigo após 10-14 dias de plantado pois começa a haver uma certa “junction” quando o grão vai começar a ser produzido.

classificação da receita:  VEGETARIANA  –  CRUDÍVORA  –  VIVA  –  SEM GLUTEN –  SEM LACTOSE  –  SEM AÇÚCAR   –  RECEITA MÉDICA