Tofu assado

IMG_1002

ingredientes: tofu fresco, nirá, shoyu, gengibre.

preparo: cortar o tofu em fatias finas; colocar numa assadeira antiaderente; regar com shoyu; acrescentar nirá cortado e gengibre ralado; deixar marinar; levar ao forno; deixar até obter a consistência e cor preferidas.

dicas: pode ser deixado de um dia para outro marinando para pegar mais gosto. Pode deixar no forno até ficar bem sequinho, quase como se fosse uma torradinha ou retirar antes ainda com uma consisitência mole.

classificação da receita: VEGETARIANA – MACROBIÓTICA – SEM GLÚTEN – SEM LACTOSE – SEM AÇÚCAR – FÁCIL – RECEITA MÉDICA

 

Anúncios

Conserva de Rabanete

5173

ingredientes: um maço de rabanetes, sal, vinagre de ume.

preparo: lave com uma escovinha os rabanetes; retire as duas pontas; corte os rabanetes em rodelas bem finas com uma faca muito bem afiada. Coloque numa vasilha de vidro ou louça, povilhe muito pouco sal (menos de 1/2 colher café para um maço de rabanetes). Lembre que sempre pode ser acrescentado mais sal , mas nunca retirado. Deixe repousar pelo menos 20 minutos. Esprema os rabanetes contra o fundo da vasilha com as mãos ou com auxilio de uma colher ou garfo; deve sair muito líquido, despereze este líquido e continue espremendo até retirar todo o excesso de líquido produzido. Coloque os rabanetes num vidro de boca larga previamente lavado e fervido na água quente. Esprema o máximo que puder os rabanetes contra o fundo do vidro de tal forma que sobre o mínimo de espaço livre entre eles. Retire todo o excesso de líquido novamente. Preecha o espaço com vinagre de ume ( ou outro vinagre), de tal forma que cubra o rabanete. Deve ficar um espaço de pelo menos 5 cm entre o liquido e a tampa para dar lugar aos gases da fermentação da conserva. Tampe e leve a geladeira.

dica: pode ser usado puro, como entrada, tira-gosto, com pão ou acompanhando o arroz ou a salada. Sabor forte e salgado. Benefícios para o sistema digestório dos fermentados. Benefícios do umeboshi quando feito com com vinagre de ume.

classificação da receita:  FÁCIL – SEM GLÚTEN  –  SEM AÇÚCAR  –  SEM LACTOSE – VEGETARIANO  –  MACROBIÓTICO  –  FERMENTADO  –  RECEITA MÉDICA

 

 

(variação a partir de receita do Restaurante Macrobiótico Satori em São Paulo)

 

Berinjela crua com azeitonas pretas e alcaparras

1727ingredientes: berinjela, limão, azeite extra-virgem, sal, azeitonas pretas, alcaparras, cebolinha, ciboulette, nirá.

preparo: lave bem 2 berinjelas médias com casca, retire as pontas, corte em tiras bem fininhas, coloque numa vasilha de vidro; acrescente o suco de 1 limão taiti grande e sal; reserve durante pelo menos 1 hora; esprema com as mãos a berinjela, soltando bem toda a água e amaciando-a durante aproximadamente 3 a 5 minutos, até ficar bem macia; jogue fora os líquidos produzidos, vá espremendo a  berinjela com as mãos e deixando o líquido escorrer fora; depois de eliminar a maior quantidade de líquido adicione 5 colheres sopa de azeite extra-virgem; acrescente as azeitonas pretas e as alcaparras; experimente o sal; pode colocar mais um pouco de suco de limão ou vinagre; tempere com cebolinha, ciboulette, nirá picadinhos bem pequenos; leve  a geladeira e use como acompanhamento de saladas ou como entrada com pães e torradinhas.

acompanhamentos: salada verde com sementes de chia + brotos de lentilha crus com tomate e pepino

dica: para um sabor mais suave, retire a casca da berinjela

classificação da receita:  VEGETARIANA  –  CRUDÍVORA  –  VIVA  –  SEM GLUTEN –  SEM LACTOSE  –  SEM AÇÚCAR   – FERMENTADOS  – RECEITA MÉDICA