Creme de couve flor e damasco

b2296

ingredientes: couve-flor, papa de arroz, damasco, alho poró, nozes, sal.

preparo: 

  • cortar 1 couve-flor pequena deixando só as flores; colocar numa panela; cobrir com água
  • cozinhar até que a couve-flor esteja bem macia, quase desmanchando; temperar com sal a gosto.
  • coar e descartar a água; acrescentar um alho poró pequeno cortado bem fininho e 4 damascos cortados em troços pequenos; temperar com noz moscada, gengibre em pó e páprica (ou outros temperos ao seu gosto); refogar.
  • acrescentar 1 xícara de papa de arroz já pronta (vide receita aqui); misturar bem e deixar cozinhar por mais 10 minutos até desmanchar bem a couve-flor.
  • servir quente com nozes picadas e ciboulette.

observação: quando seguindo o Programa Alimentar de 5 fases, pode ser incluído já desde a 1a fase.

classificação da receita:   VEGETARIANA – SEM GLUTEN – SEM AÇÚCAR – SEM LACTOSE  – RECEITA MÉDICA 

Creme de Abóbora e Papa de Arroz com Funghi Secchi

0673

ingredientes: abóbora cabotiá, papa de arroz, noz moscada, funghi secchi, sal.

para o complemento: funghi secchi, nirá, acelga chinesa, alho poró, tomilho fresco, azeite, sal.

preparo: 

  • lavar bem 1/2 abóbora cabotiá com casca, cortar em 4.
  • colocar numa panela funda com água e 1 colher chá de sal.
  • cozinhar durante 20 minutos com fogo médio ou até a abóbora ficar mole (não deixar desmanchar na água).
  • retirar (pode guardar a água para fazer uma sopa depois); retirar a casca com uma colher e amassar a abóbora num recipiente fazendo um purê; temperar com sal e noz moscada a gosto.
  • hidratar 1/4 xícara de funghi secchi com 1 xícara de água fervendo durante 15-20 minutos; reservar a água da fervura dos funghi.
  • colocar no liquidificador 2 xícaras do purê de abóbora e 1 xícara de papa de arroz (veja receita aqui) e um pouco da água de hidratação dos funghi (o tanto necessário para permitir bater no liquidificador até obter um creme)

preparo do complemento: numa panela refogar um pouco de nirá, acelga chinesa e alho poró picados, com um fio de azeite e um pouco de sal a gosto, acrescentar os funghi já hidratados e picados bem pequenos.

servir o creme de abóbora quente com os legumes refogados e os funghi secchi, decorar com tomilho fresco picado.

observação: quando seguindo o  Programa Alimentar de 5 fases, este creme pode ser incluído já desde a 1a fase porém sem o uso dos cogumelos, que só entram na 3a fase.

classificação da receita: VEGETARIANA – SEM GLUTEN – SEM AÇÚCAR – SEM LACTOSE  – RECEITA MÉDICA 

 

Docinho crudívoro sem açúcar (coco, tâmaras, cacau)

Docinho crudívoro

ingredientes: coco seco em pedaços, tâmaras sem caroço, óleo de coco, suco de limão, sal, cacau em pó.

preparo: colocara 400 gr de coco seco em pedaços no processador de alimentos; bater na velocidade máxima por aproximadamente 10 minutos, dando intervalos para não super-aquecer o aparelho; acrescentar 1 1/2 xícaras de tâmaras sem caroço, 1 xícara de água, 1 colher sopa de suco de limão e 1/2 colher café de sal; bater novamente; adicionar 2 colheres de óleo de coco; bater até formar uma massa homogênea; levar ao freezer por 15 miutos; moldar com as mãos em pequenas bolinhas; passar no cacau em pó; servir

classificação da receita: VEGETARIANA – CRUDÍVORA – SEM GLÚTEN – SEM LACTOSE – SEM AÇÚCAR

( variação a partir de receita de Kamalanath Das Gilberto (Gilberto Bassetto Jr.) no Curso de Culinária Viva)

Grama Verde de Trigo (Wheat Grass)

2219  2229  wheatgrass   

ingredientes: trigo em grão, água, terra da melhor qualidade, recipientes, um pedaço de filó ou tule.

germinar: coloque uma xícara de trigo em grão num recipiente de vidro ou louça branca e complete com bastante água, cubra a boca com um pedaço de tecido de tule ou filó e prenda com um elástico; deixe de molho preferencialmente durante a noite, pelo menos por 08 horas para as sementes acordarem; no outro dia de manhã lave as sementes, jogue fora a água e coloque o recipiente inclinado e de boca pra baixo com o filó bem preso pelo elástico permitindo a entrada de ar fresco e o escoamento da água para as sementes não apodrecerem; coloque em um lugar fresco e seco; 2 vezes por dia coloque água e lave as sementes deixando novamente a água escorrendo para manter limpo e úmido na medida certa; mantenha este processo por 24 a 36 horas até as sementes brotarem como mostra a primeira foto acima. Aqui temos o GERMINADO de trigo que pode ser usado em várias receitas, para fazer pães, pizza, comer com saladas, etc.

brotar: depois da germinação os grãos podem ser colocados na terra para virar BROTOS: escolha recipientes pequenos; coloque um pouco de terra de boa qualidade e os grãos germinados por cima, não precisa cobrir com terra; molhe sem encharcar, de preferencia esborrifando a água como uma chuva;  coloque no escuro por algumas horas para a raiz poder aprofundar melhor na terra (pode ser no forno desligado); mantenha depois os recipientes em um lugar fresco e muito iluminado para favorecer a produção da clorofila nas folhas; regue cuidadosamente ou esborrife água várias vezes por dia; quando a grama tiver atingido 15 cm corte as folhas rentes a terra, lave  e use em receitas, como ingrediente de sucos ou em saladas.

dica: é interessante fazer 04 recipientes ao mesmo tempo, assim ao cortar o primeiro ainda haverá mais 03 para ir usando nos próximo s 03 dias e no quinto dia o primeiro recipiente já terá brotado novamente podendo se repetir este ciclo umas 3 vezes.

observação:  as sementes de trigo germinadas ainda contêm glúten, ainda que em concentrações bem menores, (não devem ser usadas por celíacos ou pessoas sensíveis ao glúten); já as folhas do trigo ou grama de trigo não contêm glúten, que é uma proteína do grão e não da folha, porém deve se evitar consumir grama de trigo após 10-14 dias de plantado pois começa a haver uma certa “junction” quando o grão vai começar a ser produzido.

classificação da receita:  VEGETARIANA  –  CRUDÍVORA  –  VIVA  –  SEM GLUTEN –  SEM LACTOSE  –  SEM AÇÚCAR   –  RECEITA MÉDICA

Batata no forno com Creme de Abóbora e Queijos

ingredientes: batata, abóbora, cebola, salsinha, alho poró, leite, mussarela, parmesão ralado, requeijão, creme de leite, noz moscada, sal, azeite de oliva extra-virgem

preparo: descascar as batatas, cortar em rodelas grossas, e colocar numa panela com um pouco de sal e água para ferver; cortar a abóbora em pedaços com casca e colocar numa outra panela com água e sal para ferver; cozinhar até um ponto em que as batatas e a abóbora fiquem firmes, sem deixar desmanchar; retirar do fogo, desprezar a água, reservar as batatas; refogar a cebola picada com a salsinha em azeite extra-virgem, acrescentar o alho poró picadinho e sal, até dourar; retirar a casca da abóbora já cozida com uma colher e refogar junto até desmanchar e ficar numa consistência de creme, acrescentando leite aos poucos e requeijão, temperar com noz moscada e queijo parmesão ralado; depois de pronto desligar o fogo e acrescentar um pouco de creme de leite; colocar numa travessa de vidro uma camada do molho de abóbora e uma camada das rodelas de batata cozidas cobrindo-as por cima com uma camada de mussarela, colocar mais uma camada de molho de abóbora e finalizar com parmesão, levar ao forno para gratinar e derreter a mussarela.

acompanhamentos: rodelinhas de cenoura e aspargos grelhados no azeite de oliva + quinoa com uva-passa

classificação da receita:   OVO-LACTO-VEGETARIANA  –  SEM GLÚTEN  –  SEM AÇÚCAR 

Crepes de Queijo sem gluten recheados com Legumes e Shimenji.

ingredientes massa: leite, manteiga, povilho doce, pó Royal, queijo parmesão ralado, sal, ovos.

preparo: derreter 2 colheres de manteiga em 1 xícara de leite, colocar no liquidificador depois de esfriar um pouco; acrescentar 1 xícara de povilho doce, 1/2 xicara de queijo parmesão ralado, 1 colher de chá de pó Royal, 1/2 colher de chá de sal e 2 ovos batidos; bater tudo no liquidificador; derramar um pouco da massa numa panquequeira (ou numa frigideira) dourar de um lado; virar e dourar do outro lado; reservar. Com estas proporções dá para aproximadamente 8 panquecas.

dica: pode se substituir o povilho por farinha de trigo (mesma quantidade); a masa vai ficar mais fácil de trabalhar, mais leve, porém contêm glúten.

ingredientes recheio:  shimenji, berinjela, abobrinha, cenoura, pimentão amarelo, tomate, azeitonas pretas, cebolinha, páprica, azeite de oliva extra-virgem, shoyu, sal.

preparo: ferver o shimenji durante pelo menos uns 15 a 20 minutos em água com sal, ferver a berinjela e a abobrinha da mesma forma em outra panela; cortar em cubos e colocar numa frigideira com um fio de azeite; acrescentar a cenoura e o tomate cortados em cubinhos, o pimentão amarelo, as azeitonas pretas e a cebolinha picados, regar com um pouco de shoyu; temperar com sal e um pouco de páprica.

classificação da receita:   OVO-LACTO-VEGETARIANA  –  SEM GLÚTEN  –  SEM AÇÚCAR

Grão de Bico com Proteina de Soja (PTS)

ingredientes: grão de bico, tomate, proteina texturizada de soja (PTS), pimentão amarelo, lentilha vermelha, vinho tinto, beterraba, cebola, alho poró, salsinha, azeite extra virgem orgânico, sal.

preparo: deixar o grão de bico de molho com água morna (o ideal é que fique de um dia para o outro); deixar o PTS de molho na água morna pelo menos 1 hora para hidratar bem; picar a cebolada e refogar na panela com um pouco de azeite e sal, acrescentar o alho poró cortado bem fininho, o pimentão e o tomate; escorrer a água do grão de bico e da PTS, lavar abundantemente e colocar na panela para refogar; acrescentar água e tampar para cozinhar a fogo baixo até os grãos ficarem bem cozidos; acrescentar a salsinha picada no final e misturar bem.

acompanhamento: lentilhas vermelhas cozidas com um pouco de vinho tinto e pedaços de beterraba

classificação da receita:   VEGETARIANA  –  SEM LACTOSE  –  SEM GLÚTEN  –  SEM AÇÚCAR